Sabemos que, no momento de criar uma fotografia, é muito fácil ficares entusiasmado e concentrares-te apenas no objecto principal da composição. Pois bem, lá no fundo, o fundo é realmente importante. Pois, enquanto que o objecto principal da tua composição é o tema da fotografia, o fundo é o que vai ajudar a definir as sensações de quem a vê.
Cada objecto é diferente e por isso pode resultar em fundos diferentes. Não tenhas medo de experimentar. Não sejas preguiçoso e experimenta todos os cenários possíveis, quer seja um rádio, uma escova de dentes, o cão ou uma pessoa. Tenta evitar fundos com demasiada informação e que se tornam confusos na interpretação da mensagem que queres passar.

 Os tons de azul tornam a imagem fria, mesmo que as cores do objecto sejam quentes.

Os tons na gama dos vermelhos e amarelos, tornam a imagem mais quente e afável.

Os verdes remetem-nos para um universo relacionado com a Natureza, tem apenas a certeza que é adequado.

Cuidado para não caíres no erro de ter um fundo tão forte que se sobreponha ao objecto.
Se escolheres o padrão ou a textura certa para o fundo, vais conseguir focar as atenções apenas no teu objecto.
As sensações não são apenas relativas a temperaturas de cor, podem ser mais densas. Neste caso, o rádio antigo não é só um rádio mas uma história, o móvel escuro e os azulejos remetem para um cenário tradicional português. Cada detalhe do fundo ajuda a pessoa que está a ver a ler a tua imagem de maneira diferente.
Em caso de dúvidas, pede à tua mãe para segurar um rádio no ar e usa um fundo neutro.

Envia-nos as tuas histórias em composições fotográficas. 🙂

Beijinhos e abraços,
Raquel & Fred
We Blog You

2 respostas

Responder a marina Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.