Mais uma semana que acaba, um mês novo pela frente e por cá parece que ainda ontem chegámos de férias. O tempo está a passar muito rápido mas o regresso está a ser bom. Estamos finalmente de volta às rotinas, aos amigos e ao nosso Porto.

Fazem-se planos para renovar o escritório que volta e meia parece mais um quarto de arrumos. Vai ser preciso comprar mais uma estante para os livros que não cabem nesta, pensar num tapete à prova de gato, e pensar nas paredes. Os dias são passados entre trabalho, mimos com os gatos e passeios pela cidade com amigos, enquanto o tempo ainda nos chama lá para fora.

Felizmente os nossos amigos também são pessoas de animais, mas dizem que é mesmo assim não é? Que os amigos são a família que escolhemos e que com o tempo aprendemos a ficar com aqueles que têm mais a ver connosco, onde nos revemos e com quem nos sentimos mesmo bem tanto nas conversas sérias como nos momentos de parvalheira. Os nossos são assim e têm os patudos mais giros que conhecemos. À esquerda está o Oliver, o orelhudo giro de Cedofeita, e mesmo no meio temos a meia de leite que está para adopção com mais uns quantos irmãos. 

São gordinhos e amorosos, por isso se precisarem de um amigo para a vida pensem nela.

No pós-férias há sempre um misto de “quero mais férias” e “sinto-me tão inspirado”. Por isso, o arranque é sempre lento mas muito bem sucedido. Nesta segunda quinzena de Setembro aconteceu Lisboa, Coimbra e o nosso querido Porto. Foi um mês cheio de pessoas felizes e de planear tudo o que de bom vai ter que acontecer a seguir.

A grande máxima para esta recta final do ano é “olhar para tudo com novos olhos”. Esta é a fase de correr riscos de sorriso na cara e acreditar que tudo vai funcionar. Dizer que sim mais vezes e fazer limonada com os limões que a vida nos tem dado.

Por aqui, andamos a preparar tanta mas tanta coisa para vocês, que as horas do dia não chegam para tanta ambição. Sentimo-nos a mudar e quando nos enchemos de dúvidas, perdemo-nos nas caixas de comentários e nos emails que vocês nos enviam. As vossas palavras dão-nos alento e inspiram-nos a ser mais e melhores.

Muito obrigado por estarem sempre aí 🙂

Raquel & Fred

10 respostas

  1. "A grande máxima para esta recta final do ano é "olhar para tudo com novos olhos". Esta é a fase de correr riscos de sorriso na cara e acreditar que tudo vai funcionar. Dizer que sim mais vezes e fazer limonada com os limões que a vida nos tem dado." – não imaginam como esta frase me toca 🙂 obrigada por existirem!

Responder a ema Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.