Eu e a Mariana, a Miserável voltámo-nos a juntar e do Douganic passámos para o Doug of the Opera. A Mariana desenhou um teatro e uma mascarilha, eu meti ópera bem alto para inspirar o Doug e este foi o resultado.

O pequenote está cada vez menos pequenote (nas fotografias parece enorme mas ele ainda é pequenino). Tem pilhas que duram horas e faz tudo por brincadeira. O apetite aumentou e com ele aquelas pregas lindas.
Dizem que os cães têm o feitio dos donos. A julgar pela teimosia do Doug acho que posso dizer que é verdade. Agora imaginem uma criança enérgica, teimosa e com vontade de brincar o dia todo, posso dizer-vos que trabalhar não é uma tarefa fácil.

Por outro lado, é um apaixonado por pessoas e adora-as, até demais :p Dar um passeio com ele na rua, demora 3 vezes mais do que era suposto porque ele adora toda gente e toda a gente o adora, é uma festa. Se me virem a passear com ele na rua, venham dizer olá que ele vai adorar.

Espero que tenham gostado do Doug of the Opera, deste lado já andamos a magicar qual vai ser o próximo filme. Há sugestões desse lado? 😀

Beijinhos e abraços,
Fred*

3 respostas

Responder a Sandra Marques de Paiva Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.