Se falarmos de bolos ou de blogs, há um problema que é comum aos dois, nunca será possível agradar a todos. Há sempre quem goste mais de laranja do que de chocolate, e no caso dos segundos há sempre quem prefira os de moda aos de culinária, por exemplo. Dito isto, o post de hoje é sobre a capacidade que temos de ter para lidar bem com críticas, porque a rejeição de alguns não significa que o nosso trabalho seja mau, será sempre impossível agradar a todos, e por isso temos de começar por querer agradar a nós mesmos, sempre!Nós estamos quase, quase a fazer 3 anos de blog. 3 anos de altos e baixos, felizmente os baixos foram ficando lá para trás, e é com algum orgulho que conseguimos dizer que encontramos o nosso lugar. Já sabem que por esta altura fazemos sempre balanços, já os começamos a fazer, mas apesar de tudo isso e de querermos sempre coisas novas e melhorar tudo o que fazemos, podemos dizer que chegámos ao lugar onde nos sentimos em casa, confortáveis, e com a certeza de que fazemos o que gostamos e como gostamos.


 

Mas claro que os dias não correm todos bem, e já houve alturas em que fomos confrontados com clientes e leitores que não estavam alinhados connosco. E nessas alturas é tudo mais difícil de gerir. No entanto, temos de saber a diferença entre uma crítica construtiva e honesta, daquelas que nos fazem perceber que algo pode ser melhorado, ou que nem estávamos certos, daquelas que são feitas para magoar, para atacar ou para criar um conflito.

Para evitar estas segundas, acreditamos que há uma única solução, e que é mais preventiva, o que é uma ajuda porque evita que muitas destas pessoas se cruzem sequer convosco. Sejam vocês mesmos, dêem aquilo que de mais honesto têm para dar. O que passa a acontecer é que as pessoas conhecem mais de vocês, sabem aquilo que vocês são, do que gostam, como lidam com as coisas, e assim só vão ter convosco se sentirem uma conexão, e se admirarem o vosso trabalho e a forma como o fazem.

A vantagem de termos um blog nas nossas vidas é a de aqui podermos colocar algo mais. Aquelas coisas que não encaixam num CV e que não encontram lugar num portfólio. Aqui falamos de nós, do que nos apaixona, das viagens que fazemos, dos amigos que entraram nas nossas vidas, dos trabalhos que mais nos encheram o coração, e da forma como vemos o nosso trabalho.
À conta deste investimento pessoal aqui no blog, contamos com 3 anos de trabalho muito bom, graças às pessoas maravilhosas que o colocaram nas nossas mãos e que nos permitem hoje ter o trabalho com que sempre sonhámos.
Claro que coisas menos boas aconteceram, mas é muito bom podermos dizer que as situações más contam-se pelos dedos de uma mão.

 

Tudo isto para concluir que se vocês estiverem a ser honestos convosco, se fizerem as coisas que gostam, com a melhor das intenções, não fiquem em baixo se houver alguém que não vos compreende ou não concorda com o que vocês fazem. Tentem chegar a um acordo confortável para as duas partes, mas se até isso for impossível, o melhor a fazerem é seguirem rumos diferentes. Tal como qualquer outra relação, nem todas as profissionais foram feitas para dar certo, e há que saber distinguir aquelas que estão condenadas ao fracasso e não insistir.

O mesmo pode ser aplicado à vossa rejeição de comentários menos simpáticos no vosso blog. Já falámos sobre este tema por aqui, mas nunca é demais repetir que o vosso blog é a vossa casa, se alguém vos ofende deliberadamente na vossa sala de estar, certamente será convidado a sair, e por isso o mesmo se deve passar online. Mais ainda quando a pessoa que ofende nem tem a coragem de se identificar. Se sentem que estão a ser atacados e se querem ficar longe dessas coisas, optem pela moderação de comentários e deixem entrar aqueles que querem de facto ter uma discussão saudável. 
Sejam vocês mesmos, e não percam tempo com coisas más.
As fotos foram escolhidas por mostrarem a coisa mais relaxada desta casa, e a que sabe viver muito bem 🙂

4 respostas

  1. Há que filtrar o que não interessa. Há que vender batatas a quem gosta de batatas. Não vale a pena insitir com pérolas a… parabéns pela qualidade e selecção dos temas.

  2. Verdade verdadeira! A moderação de comentários é a coisa mais certa que existe blog e concordo plenamente com a parte que diz:"o vosso blog é a vossa casa, se alguém vos ofende deliberadamente na vossa sala de estar, certamente será convidado a sair, e por isso o mesmo se deve passar online." Penso exatamente assim e se dedico do meu tempo e carinho para alimentar o blog, mas aquilo que fiz não agradou à todos, o X lá do esquerdo da página foi feito para isso. É inadmissível ser ofendido na sua própria casa! Também não aceito e acho que esta também é uma forma de afastar-se dos tais ataques gratuitos.

    Beijinhos Raquel e Fred! :* obrigada por este tema pertinente.

  3. Sem dúvida, subscrevo por completo as vossas palavras. Embora ache que o meu blog trate de assuntos pouco sujeitos a ofensas, nunca se sabe, confesso que sempre que lanço um novo post e fico a aguardar pelos comentários passa-me sempre pela cabeça "será que vou receber um comentário daqueles". Mas tenho uma certeza, no dia em que isso acontecer os comentários passarão para a opção "publicação após aprovação", óbvio! Uma vez mais as vossas palavras são sábias 😉 beijinhos e boa semana

Responder a faz bem aos olhos Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.