Há qualquer coisa de mágico nisto de se escrever música. Surge-me uma frase ou um pedaço de melodia, ando dias a cantarolar pela casa e na minha cabeça ouço instrumentos que não existem e sons que sou incapaz de recriar. Este ano, os Oh Honey gravaram e lançaram o seu primeiro Ep e foi a primeira vez que todos os sons que estavam na minha cabeça se tornaram reais. Hoje quero partilhar convosco a outra faceta da minha vida que me deixa muito feliz.
Não vos vou dizer que foi tudo lindo e maravilhoso, o processo envolveu muito trabalho, muitas noites em branco e algumas dores de cabeça mas nunca senti tanto orgulho num objecto. A primeira vez que ouvi as 4 músicas concluídas, foi como se um pedaço de mim estivesse agora exposto ao mundo. O que de mais genuíno tenho para dar em formato de harmonias, ritmos e sons.

Depois deste processo demorado e feliz, instalava-se um nó no estômago por saber que estava na hora de mostrar os frutos de dois anos de trabalho a toda gente. Com um orçamento limitado, sem o apoio de qualquer editora ou promotora e numa altura que não se vendem cds, decidimos que o nosso Ep merecia um formato físico. Era um momento demasiado importante para não ser celebrado num objecto que durasse mais do que o seu próprio tempo.



Megalómano como sou, achei que não só deveríamos ter um EP físico, como deveríamos ter merch. A banda juntou-se, pintou tote bags, fez tatuagens temporárias e cortou e colou cds. Ainda pedi à querida sócia Raquel Graça e à, amiga do coração, Mariana a Miserável, ilustrações sobre as nossas músicas.

O lançamento do EP aconteceu no dia 5 de Julho, numa festa que esgotou os bilhetes em 40 horas (nunca me senti tanto a beyoncé! ahahaha). Posso dizer-vos que foi para lá de divertido e que o ambiente estava perfeito. Obrigado a todos os que apareceram e foram tão entusiastas quanto nós com a música e com a festa.

Agora, enquanto preparo o nosso primeiro videoclip, convido-vos a irem ao nosso site (acabadinho de sair) para ouvirem a nossa música e espreitarem as coisas bonitas que fizemos. Se gostaram do post e querem saber mais sobre como se lança um EP completamente independente, digam-me que eu conseguia passar dias a falar disto 😉

Fred*

9 respostas

  1. Quando alguém disser que não é possível, é só falarem com esta dupla! Tudo o que fazem em individual ou em conjunto é lindo e põe-nos a suspirar. Parabéns Oh Honey! Estou a <3 ouvir…

Responder a Cristel Lopes Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.