Lembram-se de vos falarmos de trabalhos e de clientes muito queridos, com quem andámos a trabalhar nos últimos meses? A maria bôla é um desses trabalhos, e hoje resolvemos mostrar-vos um bocadinho das coisas bonitas que a Maria preparou para quem a visita.
O nosso trabalho começou pela identidade do espaço e da marca maria bôla, e continuou no desenho de aplicativos. Esses vamos deixar para outro post, para que nos seja possível falar mais sobre eles e sobre todo o processo. 

Nesta primeira visita, onde vimos tudo nos devidos locais, fizemos apenas um lanche leve, mas o cheirinho das bôlas fez-nos ter vontade de voltar para almoçar. Tudo aqui é mimoso por isso se gostam destas coisas preparem-se para sorrir e para suspirar muito! 
As coisas têm óptimo aspecto, o atendimento é o melhor e o espaço encantador. 
Durante a semana é um bom sítio para trabalhar porque é sossegado e temos muitas mesinhas disponíveis. Ao fim-de-semana a melhor sugestão é mesmo o brunch. Falaremos melhor dele por aqui quando o experimentarmos. 
Esta casa, onde vocês se podem sentir como se estivessem na vossa, tem uma história encantadora por trás. A querida Maria, que sempre trabalhou no ensino, decidiu mudar de carreira e investir todo o tempo e esforço num sonho. Nós que acompanhámos o projecto desde o início, e da fase de projecto, sabemos que foi complicado e que foram mil coisas para fazer. Se calhar também é por isso que simpatizamos tanto com esta maria bôla, porque sabemos o caminho que percorreu até chegar aqui, sabemos de todo o amor que tem lá dentro e de todos os sonhos que, por serem tantos, não cabem nos pratos bonitos que nos chegam às mesas. 

Estas cadeiras bonitas esperam por vocês ali na Rua de Cedofeita, no nosso Porto, e só não estão disponíveis à segunda. Para já podem ir sabendo de novidades através da página de facebook, aqui

Uma resposta

Responder a Catarina Alves de Sousa Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.