Antes de qualquer outra coisa, deixem-me agradecer a todas as pessoas queridas que perderam tempo só para me deixarem palavras bonitas no passado dia 9, o dia do meu aniversário.
Aqui há umas semanas, andava eu a dizer que gostei de comemorar os 30, mas que os 31 eram só mais um ano, e que agora, como era sempre a somar, nem dava muita vontade de fazer festa. Parece mesmo que, de repente, comecei a perceber as senhoras que mentem sobre a idade ou aquelas que nunca fazem anos :p

Mais uma vez a vida quis provar-me que eu não tinha razão nenhuma, e que dos 30 para os 31 muita coisa pode mudar. No espaço de duas semanas, mesmo antes do meu aniversário, tudo mudou cá em casa, até a casa de onde vos escrevo.

Quem nos acompanha sabe que as últimas semanas não foram fáceis, o nosso Fred tem tido problemas de saúde, nada grave mas tudo muito chato e longo e eu, que achava que ia ali ao Alentejo passar uns dias de férias e voltar com energias recarregadas, tive uns quantos tropeções que só não vão ser aqui contados com mais detalhe porque são dignos de um argumento para um filme.

De repente tive a minha casa em risco de segurança, os meus patudos, as minhas coisas, e eu longe, sem poder fazer muito. A minha sorte (e tenho tanta!) foi ter por cá 3 das pessoas que mais fazem por mim, a minha mãe, a Mariana e claro, o meu Fred. Aguentaram o barco, resolveram tudo e quando eu cheguei ao Porto tive só de começar a busca pela casa nova, uma coisa com a qual sonhava há muito, mas que ia adiando por nunca ser o momento certo.

Uma coisa má transformou-se noutras muito boas e de repente, depois de tanta preocupação, as coisas correram muito bem e estou muito, muito feliz.
A mudança acabou por ser feita a quatro, a mim e aos gatos juntou-se mais um membro, e a equipa aumentou :p
A casa nova é bonita, cheia de luz, espaço e até os gatos já gostam dela.

Tudo isto para vos dizer que não podia ter entrado nos 31 de uma forma melhor. Na semana passada saiu-me um peso grande dos ombros, estou feliz e recebi muito mimo. As pessoas que gostam de mim, e que tratam de mim, são muitas e eu só espero que estes 31 anos de vida me tenham ensinado a ser mais grata e disponível para elas também.
Passei o fim-de-semana entre família e amigos, as fotos não foram muitas porque o tempo foi preciso para outras coisas. O Fred registou pelo menos o bolo, e a mãe do Eduardo lá se lembrou de lhe tirar uma fotografia com a madrinha.

Não me lembro de pedir desculpa tantas vezes como nas últimas semanas, e por isso tenho de agradecer aos nossos clientes e amigos por toda a preocupação e compreensão. Trabalhar com pessoas que nos tratam bem é das melhores coisas que temos e posso dizer-vos que agora estou finalmente pronta para mais um ano cheio de trabalho 🙂

Muitos beijinhos para todos!

8 respostas

  1. Tudo lindo para uma pessoa linda, tal como deve ser. E o Eduardo, caramba, que crescido que ele está! Um grande beijinho nosso, dos 3 e mais um meu que te dou pela vez do Lucas. Sabes que ele é um desnaturado e aposto que se te visse na rua já não te conhecia 🙂 🙂 Mais uma vez, pessoa linda, que tenho o privilégio de chamar amiga, muitos parabéns! Abraço daqueles que tu já conheces, apertadinho e sentido

    1. obrigada querida Carina! e diz ao Lucas que eu fico mesmo aborrecida com este tipo de situações :p
      agora está tudo bem e eu já respiro de alívio. as situações más também já nos fazem rir em vez de nos aborrecer, está tudo lá trás.

      mil beijinhos para todos! <3

    1. joaninha! faltavam cá vocês <3
      obrigada por todas as palavras bonitas, gosto muito de ti e já estou cheia de saudades*

      pode ser que um dia conheças o Eduardo, é um simpático 😀

Responder a Joana Rita Afonso Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.