Está um dia lindo no Porto, cheio de sol, e eu tive uma noite terrível e cheia de insónias. Acordei cedo e aproveitei para fotografar a casa com a luz da manhã, que é sempre tão boa.
Decidi por isso fazer um post sobre plantas de interior, e sobre o bem que elas nos fazem quando vivem connosco.

PLANTAS FÁCEIS
Se acham que não têm jeito nenhum para elas e que o cenário vai ser o pior, estão enganados. Como qualquer outra coisa, plantas há muitas e vocês podem escolher aquelas que se adaptam melhor ao espaço que têm para as receber e ao tempo que têm para cuidar delas.
Sim, existem algumas verdadeiras sobreviventes, e com estas os cuidados devem ser poucos, porque geralmente morrem por água a mais. Esta Hera aqui de cima tenho-a no escritório, rego pouco e ela era pequenina e está a ficar bonita.

Os cactos e as Suculentas são perfeitos também para quem não tem tempo ou é distraído como eu. Armazenam água nas folhas e por isso precisam de pouca água, menos ainda no Inverno.
Precisam de luz, e podem crescer muito! Estas são apenas metade das que tenho cá em casa, tenho outras 3 ainda pequenas que vão ser em breve transplantadas para crescerem mais um bocadinho.

Tenho a sorte de ter gatos que não ligam muito às plantas ou flores que temos cá por casa. Convém haver atenção neste aspecto, até porque há plantas que podem fazer-lhes mal por serem tóxicas, a Hera é um exemplo e eu costumo ter num sítio de difícil acesso. Para saberem mais acerca de plantas tóxicas para animais podem rever o post da Língua de Gato.

Esta foi das últimas aquisições. A sala é demasiado grande e eu preciso de aconchego :p

Tem um verde lindo, infelizmente a fotografia não lhe faz justiça, e é mais pequenina do que aqui parece. Este cantinho era habitado pela figueira ali de baixo, que apanhava demasiado sol directo, o que lhe estava a queimar as folhinhas. Por esse motivo mudou de canto cá na sala e este, como ficou muito despido, ganhou uma nova moradora que gosta de muito sol. a Ficus Robusta. A rega também não é muita e por isso é perfeita para mim. 
Por fim, a minha adorada figueira que sofreu um bocadinho enquanto eu não percebi que estava a levar com sol a mais, e que agora vive aqui. Esta planta não precisa de muita rega, nem de sol directo. Precisa de luz ou meia sombra, porque em folhas mesmo muito sensíveis. Cresce imenso, à excepção destes meses de Inverno em que pára para descansar. A Ficus Lyrata é sem dúvida das minhas plantas de interior favoritas.
Outra que cá anda mas escapou à fotografia é uma pequenina Espada de São Jorge. Para supersticiosos, diz que dá sorte e afasta a inveja, para os outros, é purificadora do ar e por isso só há-de fazer bem em ter por perto 🙂
Se quiserem saber quais são boas para ajudar a ter um ar mais limpo aí em casa consultem este artigo, não muito bonito mas esclarecedor.
DICAS
1. Escolham a planta em função do sítio onde vai viver e das condições de luz.
2. Pensem na vossa disponibilidade, também na hora da escolha.
3. Quando comprarem informem-se e perguntem dicas ao vendedor. Aprendemos sempre mais qualquer coisa. 
4. Não reguem em demasia nem em função de agenda. Verifiquem o estado da terra do vaso. Se estiver húmida e colar aos vossos dedos, ela está óptima. Se estiver seca, aí sim, precisa de água. 
5. Não se percam a comprar fertilizantes e produtos para as plantas. Elas recebem tudo o que precisam da terra, da água e do ar. Quanto muito pesquisem sobre uns aditivos naturais a acrescentar de vez em quando à terra, Como a casca de ovo.
Uma casa com plantas é uma casa mais feliz. 
Um bom fim-de-semana para todos! 🙂
Raquel

14 respostas

  1. Completamente de acordo. A minha mãe sempre adorou de coração as plantas e eu ganhei esse mesmo amor de herança. Vivo sozinha e já comprei umas quantas. Há algum tempo comprei uma pequenina que se tornou gigante e tive de doá-la para casa dos pais, entretanto, recentemente apaixonei-me pelas suculentas.
    As fotografias estão incríveis e essa luz? Que bom!!

  2. tenho uma casa com sol e com um gato… adoro plantas e agora começo a preencher a casa com estes seres que também nos enchem a casa de vida! 🙂 adoro o vosso blog! obrigada pela constante partilha… ♡

Responder a Carina Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.