Vocês não sabem, mas se há coisa que me faz perder tempo de link em link, são imagens de casas. Quem por aqui passa já sabe que a decoração de interiores é um amor grande, que adoro passear no Pinterest, mas o que me prende mesmo é poder ver uma casa de uma ponta à outra. Por este motivo, blogs que tenham este tipo de entrevistas são aqueles que entram para a minha lista de favoritos e não saem mais.
Hoje venho falar-vos de um blog, na altura cheguei até ele através de uma cliente, e apesar de gostar dele por vários motivos, hoje vou focar-me naquilo que mais gosto nele, a possibilidade de entrar em casa de várias pessoas. Vamos dar um saltinho ao “cbda”, con botas de água”.


O blog está mutio bem organizado, e dividido por categorias, e este conjunto de posts pode encontrar-se na tag “En tu casa me colé”, mas façam isto quando tiverem com tempo, porque só vos vai apetecer entrar e sair de portas, e vão perder mais do que alguns minutos com isto.

Se criar uma casa simpática, harmoniosa e confortável, é também uma busca vossa, e se têm algumas dúvidas sobre o assunto, o melhor que podem fazer é ver muitas coisas e tentar perceber o que gostam e o que não gostam. Mas não é só isto, quando encontram alguma coisa que não gostam, tentem perceber o porquê, e o mesmo acontece para quando olham para uma fotografia e se identificam com o que vêem, perguntem-se porque é que aquilo funciona para vocês.

É assim que chegam a conclusões, e se forem pessoas distraídas vão apontando isto em listas. Ou quando fizerem pin numa destas imagens escrevam na legenda o que vos levou a querer guardar aquela imagem e a tê-la como referência.


Por exemplo, eu já percebi que adoro madeira, mas gosto de ter o equilíbrio entre uma coisa leve e uma mais pesada. Cá no nosso escritório, que mostrarei mais à frente, optámos por colocar estantes de metal com umas bases de aglomerado, falei delas aqui. Passaram meses e nós não chegámos a conclusões sobre as mesas de trabalho. A nossa ideia inicial era a de construir uma única mesa de madeira, grande, onde pudéssemos trabalhar. Mas sem perceber bem o porquê, eu ia adiando a coisa, por não me sentir confortável com a ideia.
Só entendi o problema depois de ver muitas imagens e de perceber que umas me agradavam muito e outras não, e depois de alguma análise percebi que era um padrão, e cheguei a uma conclusão. Como as nossas estantes já têm muita força, uma mesa de madeira ia tornar o espaço mais pequeno, menos luminoso e amplo. Escolhemos por isso mesas brancas que de manhã reflectem toda a luz que entra no escritório e o fazem parecer mais leve e organizado (quase nunca está). Se tivéssemos optado por estantes ou prateleiras brancas, já ia gostar de ver uma mesa com tampo em madeira.

É giro perceber como somos todos diferentes, como há casas mais organizadas e outras mais desorganizadas mas igualmente bonitas. Eu hoje vou ser mais breve e não me vou esticar tanto, por isso se quiserem visitar o con botas de agua, percam-se porque as casas são bonitas e as fotografias também. Aproveitam e vão conhecendo mais pessoas com quem se calhar partilham interesses 🙂

Espero que gostem!
Raquel

2 respostas

  1. O Freunde Von Freunden é o meu preferido, o The Selby, que adoro, mas que agora tem andado menos apelativo, e o The Socialite Family, que descobri há pouco tempo, fazem as minhas delícias. Não há nada que eu goste mais do que "passear" por casas bonitas e absolutamente inspiradoras! Na verdade até as feias e sensaboronas eu gosto de ver, mas eu sou só muito doida por casas, é paixão!

Responder a Laura Marques Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.