O Outono começou na sexta-feira e eu estou pronto para o abraçar. As folhas vermelhas e amarelas no chão deixam-me de sorriso na cara. Não só porque as cores bonitas me fazem feliz mas porque significa mudança. Eu não tenho uma estação do ano favorita, eu já percebi que na realidade eu gosto é da mudança. Quando a temperatura muda, o cenário muda com ela e o meu dia-a-dia também. Eu gosto tanto dos dias longos que acabam comigo sentado na areia da praia, com cheiro a protector solar, a ver o pôr-do-sol, como gosto dos dias curtos, de manta no colo e chá quente na mão. Por isso, posso dizer-vos que estou entusiasmado com este Outono. Este verão foi um pouco mais duro do que esperava e queria, tive de enfrentar situações difíceis, rever os meus valores, perder-me e tentar reencontrar-me.

Mas não quero perder-me muito sobre o que o verão foi ou deixou de ser, quero recomeçar. Quero aceitar estas dores de crescimento e ser maior, quero fazer desta nova estação um momento feliz, de cores quentes. Estas mudanças deixam-me positivo e com vontade de fazer coisas novas. Sabem aquelas imagens que vemos em blogs e instagrams e que nos deixam achar que a vida dos outros é mais bonita que a nossa? Está na altura de passar a viver nessas imagens e encontrar menos desculpas. Por isso, aqui estão algumas coisas que quero fazer este Outono e que vou encontrar vontade e tempo para as fazer.


Encontrei estas imagens no Pinterest e fazem parte deste blog. Fazer um piquenique invernoso é uma coisa que quero muito fazer, em cima de folhas secas, embrulhado em mantas e a beber chá quente.

Esta receita vem do Minimalist Baker e parece-me a desculpa perfeita para juntar amigos à volta da mesa. Pão é um alimento que une pessoas e um pão com ingredientes de Outono parece-me o plano perfeito para uma tarde perfeita.

Por fim, quero voltar aos diários gráficos. Desenhar é uma coisa que me dá muito prazer e até o faço muito no trabalho, no entanto quero muito voltar a desenhar os meus dias. Quando era adolescente, tinha sempre um caderno comigo, onde registava o meu dia-a-dia na forma de imagens, desenhos e colagens. Adoro poder pegar nesses cadernos e lembrar-me exactamente do que se estava a passar na minha vida, só olhando para aquelas páginas. Por isso, está na altura de voltar aos diários gráficos, sem desculpas. Estas imagens são da talentosa Lieke Van der Vorst.

E por aí? Que planos existem para o Outono? Estão tão entusiasmados como eu? 🙂
Tenham uma boa semana, pessoas bonitas!

4 respostas

  1. Percebi neste breve texto tão de outono que de comum tenho a escrita voltada para o sentir. Quando te li percebi que calcar a folha do platano e sentir aquele crack de estalar… remete me para um chocolate saboreado com uma manta no sofá a ler inspirações boas como a tu.a …Fiquei feliz ter te conhecido. Lurdes Negreiros.

    1. Olá querida Maria!
      Obrigado por me leres. Fico muito feliz que tenha deixado inspirada… Agora vamos aproveitar as mantas e o chocolate quente para fazer deste Outono uma estação de coisas boas.
      Um beijinho grande

Responder a Celia Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.