Subscreva

Cum sociis natoque penatibus et magnis
[contact-form-7 id="1210" html_class="cf7_custom_style_1"]

Subscribe elementum semper nisi. Aenean vulputate eleifend tellus. Aenean leo ligula, porttitor eu, consequat vitae eleifend ac, enim. Aenean vulputate eleifend tellus.

[contact-form-7 id="984" html_class="cf7_custom_style_1"]

Descomplica, o livro da Sofia que saiu das nossas mãos

Trabalhar com a Sofia é sempre uma coisa boa. Já o fizemos algumas vezes, agradecemos-lhe sempre por se lembrar de nós sempre que tem que dar forma a coisas bonitas, e este foi o último trabalho que fizemos juntos. Hoje vamos mostrar-vos um bocadinho do que podem encontrar nestas páginas, e falar-vos sobre o processo de trabalho que aconteceu até vermos o livro assim, fechado e completo.

Primeiro temos de dizer-vos que adoramos o título do livro. No entanto, e sempre que queremos chegar a soluções simples, mesmo quando adoramos a ideia, nem sempre o caminho é linear e fácil. Este Descomplica demorou até ficar acertado no papel, e foi este emaranhado azul que nos encheu o coração.
Para além disto, temos um trabalho de identidade já bastante marcado com a Sofia, o que é óptimo! Há uma continuidade que faz com que as coisas pertençam umas às outras, apesar de terem nascido em tempos diferentes e de evoluírem sempre. Desenhámos o blog, o primeiro livro e agora este segundo, e fomos capazes de fazer sempre coisas novas mantendo a linguagem da Sofia, que combina tão bem com as palavras que escreve.

Este livro está organizado em onze verbos. Onze verbos que servem quase como um guião para a vida, que podem ser lidos sem uma ordem específica, porque o importante mesmo é que cada um deles seja interiorizado e comece a fazer parte de nós, sem esforço.
Os verbos são acções, e por isso quisemos que essas acções passassem para o papel. Por tudo isto as mãos estão presentes nos onze ilustrações que marcam os onze capítulos.


Cada um dos onze verbos termina com um plano de acção, que é assim um empurrão para nos levar a agir, a mudar, a melhorar. Este livro, tal como anterior, começou no papel, ou melhor, começou nos papéis. Desenhámos muito, perdemo-nos neles enquanto ouvíamos música, aquecíamos as mãos com canecas de chá, e agradecíamos por mais um trabalho bom que nos tinha sido dado.

Estivemos na apresentação do livro, na Fnac, onde esperávamos ir dar apenas um grande abraço à Sofia, dar-lhe um miminho, porque ela merece, mas fomos surpreendidos com uma cadeira que esperava por nós, ao lado dela.
Não íamos preparados, não pudemos dizer metade do que queríamos dizer, mas sabemos que ela sabe o quanto lhe somos gratos e o quanto gostamos dela.

 

A Sofia trabalha imenso, está a construir coisas lindas, sabemos que com muito esforço e muitos sonhos, mas acima de tudo tem mostrado ser uma pessoa generosa, amiga e muito, muito próxima de tudo aquilo que nos mostra naquilo que escreve. É das pessoas mais pacientes e mais compreensivas com quem trabalhámos, faz parte daquele grupo de pessoas que nos vai estar para sempre no coração.

 

Sofia, OBRIGADA!
Naquela sexta-feira, depois de um dia intenso de trabalho e de uma semana cheia, acabar o dia a ouvir-te, a rir e a sorrir contigo, foi bom para nós e para toda a gente que ali estava connosco. É cada vez mais fácil perceber o motivo de tantas pessoas gostarem de ti. Se tiveram a sorte de se cruzarem contigo, como nós tivemos, e de permanecerem por mais um bocadinho, já temos tudo explicado 😉

Leave a comment