Subscreva

Cum sociis natoque penatibus et magnis
[contact-form-7 id="1210" html_class="cf7_custom_style_1"]

Subscribe elementum semper nisi. Aenean vulputate eleifend tellus. Aenean leo ligula, porttitor eu, consequat vitae eleifend ac, enim. Aenean vulputate eleifend tellus.

[contact-form-7 id="984" html_class="cf7_custom_style_1"]

Meu querido São João

Desde que me mudei para o Porto, há quase 8 anos, que uma das minhas épocas do ano favoritas é o São João. Antes de viver aqui, acho que nunca me tinha apercebido do quão grande é esta festa nem o quão bonita. Há qualquer coisa de mágico nestas semanas, as pessoas na rua estão felizes, as ruas são decoradas com bandeirolas coloridas e o cheiro de manjerico e sardinha assada ocupam as ruas. Eu acho que como sardinhas assadas uma vez por ano, por volta desta altura, mas entre o cheiro do carvão, a broa e a salada de pimentos assados, há uma sensação muito familiar. Talvez seja dos piqueniques da minha infância, na Barrinha em Mira, onde nas horas de mais calor fugíamos da praia e fazíamos churrascos, à sombra. Seja como for, é quase o cheiro da canela no Natal, é uma sensação nostálgica e positiva.

Esta noite e este dia são um pretexto, ou um lembrete, para ser feliz. É isso mesmo que se sente, as pessoas estão felizes, interagem com desconhecidos de sorriso na cara e até o irritante som dos martelos é suportável porque vem misturado com o som de gargalhadas. Não sou fã de música popular portuguesa, acho que o Quim Barreiros é um poeta mas não é algo que ouça no meu spotify. A única noite em que estou pronto para dançar ao som de qualquer música “pimba” é esta mesmo, talvez seja a alegria contagiante, a vontade de celebrar a vida… Não sei bem o que é mas, nesta noite, qualquer coisa é um pretexto para dançar até que os problemas desapareçam. Isto tudo com um céu coberto de balões de São João, que é algo indescritível. Acho que só não sou fã do alho-porro, mas para ser honesto, acho que ninguém é! :p

Estas fotos são de anos anteriores, que este ano não tive tempo de ir para a rua fotografar. O vídeo bonito é dos We Are Love Addicts, de há dois anos atrás! Este ano acho que não vai haver fotografias da noite, quero estar livre de câmeras e aproveitar o tempo com os amigos. Isto não quer dizer que não vão existir Instagram Stories da noite 🙂 Se não vão estar pelo Porto e querem ver como é que a nossa noite de São João se desenrola, podem ver ali no meu instagram e no instagram do We Blog You. Prometo que vos mantenho actualizados!

E vocês? Já tiveram no São João? Sentem estas coisas todas ou só eu? Se me virem na noite de São João, por favor venham dizer olá que eu retribuo com um abraço e uma martelada. 🙂

Written by:

Designer, photographer, musician and dog lover.

Comments

  • Juliana Pinto

    Reply

    Só há uns 3/4 anos é que comecei a ir ao S. João ao Porto, e é qualquer coisa de espectacular.
    É uma noite que vive-se o S. João e a cabeça “descansa” da rotina e dos problemas.
    É um dia memorável 🙂 Marteladas, as pessoas a conviver, as ruas decoradas, também não sou fá do alho-porro. 🙂
    Amanhã la estarei 😉
    Bom S. João 🙂

    Junho 22, 2018
  • Ana Fidalgo

    Reply

    Fui uma vez ao São João. Adorei! As pessoas, os balões e as sardinhas.

    Nunca mais repeti nem sei se o farei tão cedo – é muita gente, chato de estacionar e para quem não conhece ninguém no Porto, fica difícil saber para que lado virar.

    Mas confesso que ao ver a tua foto dos manjericos no Instagram, me deu uma vontade enorme de visitar o Porto durante a tarde, nesta altura do ano.
    Quanto aos alhos-porros, gosto particularmente deles. Sempre que os via no quintal dos meus pais achava que eram subvalorizados. Fiquei contente de os ver em acão, na noite de S. João.

    Boas marteladas 🙂

    Junho 22, 2018
  • nuria

    Reply

    By Fred Gomes, thanks a lot for the post.Really thank you! Much obliged.

    Junho 23, 2018

Leave a comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.